MP Cultural – Dicas de filmes, livros e séries

Texto Luiza Morena

Uma das nossas seções preferidas está de volta e dessa vez traz filmes e livros variados, que abordam o tema da velhice sob diferentes óticas.

Seja através de um drama com personagens carregados intimamente forçados a refletir sobre os anos de casamento, da biografia e vida de um dos grandes músicos brasileiros, Caetano Veloso, ou através de um enredo que dialoga diretamente com quem está por trás das câmeras e se tornou diretor aos 75 anos.

Por caminhos diferentes, todos nos levam a defrontar os anos tardios da vida e nossa última sugestão, O nosso último verão na Escócia, uma comédia dramática, traz ainda o assunto da morte para reflexão.

Encarada através dos olhos das crianças da família, personagens não contaminados pelos pré-conceitos dos adultos, somos convidados a ressignificar alguns valores de nossas próprias vidas. De uma maneira leve, o melhor de tudo.

45 Anos

Viver mais de quatro décadas ao lado de uma pessoa pressupõe, no mínimo, uma rotina compartilhada. Os passeios com o cachorro, as refeições a dois, a leitura ou a televisão são apenas algumas camadas do retrato de um relacionamento maduro vivenciado no filme por Charlotte Rampling, 69, e Tom Courtenay, 78, premiados como melhores interpretações no Festival de Berlim.

É em meio a essa sutileza que o expectador começa a fazer parte da rotina desse par, que se prepara para a comemoração de suas bodas, quando a tranquilidade é abalada pela chegada de uma carta. Detalhes do passado de Geoff ressurgem quando ele é informado sobre a descoberta do corpo de uma antiga namorada, Katya, que desaparecera nos Alpes Suíços há mais de 50 anos.

A habitual segurança do relacionamento é colocada em cheque e a crença de conhecerem completamente um ao outro passa a ser questionada.

O Quarteto

Com roteiro leve e despretensioso, o filme se destaca mesmo por ser a estreia do ator Dustin Hoffman, aos 75 anos, por trás das câmeras. No papel de diretor, a sua trama conta com o quarteto lírico do título, Tom Courtenay, Billy Connolly, Pauline Collins e Maggie Smith, músicos aposentados, sendo obrigados a se reunirem em uma apresentação para arrecadar fundos para a casa de repouso em que vivem.

Embora a premissa seja improvável, visto a situação financeira destas personalidades – sem contar a batalha de egos – a história passeia pelas relações pessoais mal resolvidas, a senilidade e a consciência da decadência da voz que não corresponde mais ao talento de outrora. O mais interessante está na reflexão sobre os erros do passado e na busca por motivação para continuar com suas vidas, apesar da idade – diálogo recorrente com a própria história do diretor, que já havia tentado dirigir um filme, o longa Liberdade Condicional, aos seus 41 anos. “Deveria ter insistido porque provavelmente teria continuado desde então dirigir”, divide.

biografia caetano veloso

Caetano, Uma Biografia – A vida de Caetano Veloso, o mais Doce Bárbaro dos Trópicos 

Muito já se falou sobre a biografia não autorizada de Caetano Veloso, finalmente lançada em maio. Afinal, o livro de Carlos Eduardo Drummond e Marcio Nolasco começou a ser escrito em 1997 e estava pronto desde 2003 quando iniciaram as discussões sobre a publicação de biografias não autorizadas no Brasil.

O que importa é que despois de tanto tempo e com o material reeditado e reescrito pelos autores ela saiu da gaveta. E o que esperar? Um livro de minúcias, cheio de detalhes, resultado de uma pesquisa de vinte anos, e que percorre todas as fases da vida do músico com igual peso.

O leitor fica sabendo como o baiano de Santo Amaro se tornou um artista de primeira linha, inclusive com incursões como historiador da música, notadamente da Tropicália, através de um estilo narrativo que não identifica a fonte de determinada informação. As histórias estão lá, mas não sabemos necessariamente quem as contou, embora Carlos e Marcio tenham entrevistado ao todo 103 pessoas, incluindo o próprio Caetano, e alguns que já não estão mais entre nós. como a matriarca D. Canô (1907-2012),  o cantor e compositor  Dorival Caymmi (1914-2008), o agitador cultural Álvaro  Guimarães (1943-2008),  responsável por levar Caetano e Bethânia para o mundo artístico, a fotógrafa Maria Sampaio (1948-2010), guardiã de um rico acervo fotográfico sobre os Velloso, e o empresário Guilherme Araújo (1936-2007), que trabalhou com o músico deram seus depoimentos.

Como Caetano continua produzindo cultura, os anos mais recentes do artista foram cobertos com maior rapidez, quem sabe espaço para uma versão atualizada em um futuro não tão distante.

O Nosso Último Verão na Escócia

O longa é uma comédia dramática britânica que traz o tema família como plano principal para abordar assuntos mais profundos como a doença terminal e a morte.  Na história, Doug e Abbi estão em processo de divórcio e mesmo assim realizam uma viagem junto aos filhos , visivelmente afetados pela separação, para comemorar o aniversário do avô, que está doente.

Como qualquer outra com seus segredos e problemas, a família encara os dilemas da separação e da depressão, apresentados aos expectadores porém, através de uma lente mais suave, a das crianças, donas de uma obviedade excruciante aos olhos adultos.

Sem o peso e a complicação do mundo dos mais velhos, que usa o raciocínio lógico para afastar os “sentidos”, elas encabeçam reflexões como viver em plenitude, sem qualquer pretensão de fazê-lo. Encarar o filme com uma visão intergeracional nos faz enxergar a delicadeza da relação entre o avô, prestes a fazer 75 anos, e seus netos. Não há norma social capaz de obstruir a comunicação entre eles, inclusive sobre a morte, tabu na cultura ocidental.

O que achou de nossas sugestões?

Falar de envelhecimento nem sempre precisa ter uma abordagem difícil. Por que não refletir sobre o assunto através das nossas dicas de filmes, livros e séries, concorda?

Não se esqueça de deixar um comentário! Queremos saber a sua opinião.

Grátis! Quer receber artigos do Mundo Prateado por e-mail?

Por | 2017-07-18T14:18:21+00:00 28/06/2017|0 Comentários

Deixar Um Comentário