Loading...

Hilda Rebello

Em 1994, ela entrou para o Guiness Book of Records, como a atriz que começou uma carreira no teatro com idade mais avançada: 68 anos. Agora, aos 91, Hilda Rebello surpreendeu a família e os amigos com um feito que provavelmente a levaria de novo para o livro dos recordes mundiais: foi contratada, de carteira assinada, crachá e tudo pela Tv Globo para viver Dona Marlene, a vizinha fofoqueira da protagonista Tancinha, antes vivida por Claudia Raia e agora por Mariana Ximenes, na releitura da novela Sassaricando, de Silvio de Abreu, que vai se chamar Haja Coração, substituta de Totalmente Demais.

“Ela remoçou e está felicíssima; ganhou 5 anos de vida”, se alegra o ator e diretor Jorge Fernando, filho e evidente padrinho de sua carreira televisiva, mas que, desta vez, não foi o responsável pela escalação. Ele está absolutamente grato aos amigos, o diretor Frederico Mayrink e o autor Daniel Ortiz, de quem partiu o convite. “Adoro Jorge e sua família; além de ser uma querida de todos nós e do público, dona Hilda lembra muito uma de minhas avós, por isso quis homenagear as duas. Vai ser uma honra pra mim!”, diz Daniel. E ela também não cabe em tamanha gratidão e alegria.

Hilda Rebello começou a fazer teatro em 1986, no Tablado, incentivada pela atriz Louise Cardoso. Já era viúva, andava muito desanimada, e por que não resgatar o desejo da adolescência, reprimido no passado pelo pai? E assim foram, ela e a amiga Maria, mãe de Louise, para o grupo de idosos, na época carinhosamente cuidado pela própria Maria Clara Machado. Anos depois, convicta de que tinha uma vocação adormecida, Hilda subiu ao palco na peça Uma História de Boto Vermelho. O primeiro trabalho na TV foi como uma das aias da rainha de ninguém menos que a diva Tereza Raquel, em 1988, na memorável novela Que Rei Sou Eu?, dirigida por Jorge Fernando. A carreira deslanchou em dezenas de participação no teatro, cinema e TV, mas nem sempre sob a batuta do filho. São mais de 40 títulos, incluindo comerciais de TV. Impressionantemente lúcida, ela traz na memória momentos comoventes e divertidos dessa trajetória de sucesso.

De imediato, recorda-se de quando contracenava com a mestra Norma Geraldy, na Novela Vamp, quando as duas viravam vampiras e passaram a poder pescoços. “Fomos dirigidas pelo Fabio Sabag; eu fiz com tanta verdade que pela primeira vez o Jorge me deu nota 10”, envaidece-se como se fosse ontem. Outra lembrança bem marcante ela traz de quando contracenou com a então estreante na TV, Marisa Orth, em Rainha da Sucata. No primeiro dia de cidade cenográfica as duas compartilharam o nervosismo e surgiu uma amizade que dura até hoje. “Ela é muito carinhosa; sempre diz que estreou na TV comigo”, delicia-se Hilda, com sincera humildade e cheia de gratidão pelo afago dos colegas e experiências vividas todos esses anos no palco e em frente às telas. Nas grandonas, inclusive, onde, entre outros filmes, fez O Menino Maluquinho, em 1995, dirigida por Helvécio Ratton.

O próprio Jorge Fernando, acostumado ao assédio de fãs, admira-se em ver como ela atrai as pessoas. “É um carisma impressionante…todo mundo pára pra falar com ela”! Impossível não se emocionar quando o assunto é a mãe. O mesmo prazer que a fez redescobrir o sentido da vida, quando entrou para o Teatro, ele observa renascer agora, desde que foi escalada para Haja Coração. “O trabalho deu uma religada nos motores dela”! Depois do primeiro dia de gravação, Hilda voltou renovada. É perceptível como a atriz adora o ambiente da TV. Para o autor Daniel Ortiz, ela é um “furacão de energia”. Assim como no papel na trama mais importante de sua vida, o de mãe, avó e bisavó. Convivendo com quatro gerações em família, Hilda é o eixo dos filhos Jorge e Maria, dos netos João e Carol, e dos bisnetos Branco e Manoa. “Somos unidos em torno dela. Ela é nosso porto seguro!”, são unânimes. “Vivenciou várias décadas com lucidez, equilíbrio, sempre moderna e antenada”, completa Maria, igualmente fã dessa trabalhadora exemplar, a quem o Mundo Prateado rende todas as homenagens!

Por | 2016-10-12T15:53:37+00:00 01/06/2016|0 Comentários

Deixar Um Comentário