Loading...

Norma Bauerschmidt

Atravessando os EUA de motorhome aos 90 anos: a história de Norma Bauerschmidt

Perder seu companheiro depois de 67 anos juntos e, simultaneamente, descobrir que tem um câncer de útero agressivo deixaria qualquer um arrasado, certo? Não para Norma, uma senhora americana de 90 anos: esse momento difícil se transformou em uma oportunidade.

Decidida a viver bem seus últimos dias, ao invés de submeter-se a cirurgias e sessões pesadas de quimioterapia, ela recusou o tratamento medico e decidiu conhecer o mundo. Vendeu a casa onde viveu com o marido e partiu para uma aventura com o filho, a nora e o cão Ringo.

Completados 10 meses de jornada, Norma tem viajado pelo território norte americano e já fez paradas em mais de 60 locais de camping diferentes. Mesmo usando cadeira de rodas, conheceu o Grand Canyon, andou de balão na Flórida, passeou por Yellowstone e outras dezenas de lugares.

Norma Bauerschmidt passeando de balão na Flórida

Norma Bauerschmidt passeando de balão na Flórida (fonte)

Norma no Grand Canyon

Norma no Grand Canyon (fonte)

Está gostando do texto? Então compartilhe essa história com seus amigos:

O filho de Norma – Tim – disse que nunca viu a mãe sorrir tanto! Norma afirma que as viagens lhe deram um novo sopro de vida e que se sente ótima desde o início da jornada. Ela não tem intenção de voltar a viver em sua cidade de origem e pretende continuar na estrada pelo resto de sua vida.

Sua aventura é acompanhada por mais de 400 mil seguidores no facebook (Driving Miss Norma). Ela serve de inspiração a milhares de pessoas, jovens ou não, saudáveis ou não, que ao acompanhar sua jornada, descobrem que podemos encontrar alegria e inspiração para viver mesmo nos momentos mais adversos da vida.

Com sua juventude de 90 anos, Norma, nos mostra que não podemos escolher como vamos morrer, mas podemos escolher como viver o fim de nossas vidas.

Vale recordar que este tema foi bem abordado no filme, “Antes de partir” (The Bucket List), estrelado por Jack Nicholson e Morgan Freeman, onde dois estranhos, seriamente doentes, se conhecem no hospital e acabam fazendo uma viagem através do mundo para realizar a lista de desejos de um deles.

 

Talvez o que mais impressione na decisão de Norma é a coragem de negar-se a passar por tratamentos de efeitos muito nocivos sobre o organismo, sem a perspectiva de cura. Essa decisão ainda choca muitas pessoas e gera intensos debates na sociedade.

No Brasil, algumas interpretações jurídicas indicam que o paciente tem direito de não aceitar o procedimento que lhe será ministrado, desde que não esteja em risco iminente de vida, e, principalmente, desde que devidamente informado a respeito de tais procedimentos.

O fato é que a história de Norma nos faz refletir sobre perdas, mudanças, descobertas, liberdade, limitações reais e emocionais. Com ela aprendemos que nunca é tarde para viver a vida que se quer ter: o que precisamos é de coragem e encantamento pelo mundo!

Grátis! Quer ganhar histórias do Mundo Prateado por e-mail?

Por | 2017-07-25T11:16:30+00:00 02/07/2016|0 Comentários

Deixar Um Comentário